Search

A Lenda de Naw Simah

Updated: Mar 16, 2021

O PROTETOR DAS ARTES DE BAGAN



Bagan (anteriormente conhecida como Pagan) é uma cidade antiga, e Patrimônio Mundial da UNESCO, localizada na região de Mandalay em Mianmar (ou Birmânia). As pagodes de Bagan são um dos destinos turísticos mais populares do pais.

EM 1044, O REI ANAWRAHTA FUNDOU O IMPÉRIO DE PAGAN, UMA DINASTIA QUE GOVERNOU POR 250 ANOS O VALE DO IRRAWADDY, NO NORTE DO QUE É HOJE O PAÍS DE MIANMAR (OU BIRMÂNIA) NO SUDESTE DA ÁSIA.


O rei Anawraht tinha muitas esposas, mas sua favorita era Sha Mon Hla, a filha mais nova do extravagante Naw Simah, chefe do estado de Maw Shan, quem era tão admirado que os habitantes o consideravam uma semi-divindade, um enviado dos céus.


Na ocasião do casamento de sua filha, Naw Simah designou sua mãe Tiw Mah para fazer com as melhores 55* costureiras de Maw Shan o traje mais luxuoso já feito em todo o reino. Como resultado criaram uma obra de arte que deu origem a lendas que ainda permanecem na cultura local. Foi tão deslumbrante, que o Rei Anawrahta nomeou Naw Simah protetor das artes de Pagan. Importantes templos da dinastia Pagan foram inspirados no traje que ele usou durante a cerimônia de casamento de sua linda filha.


Apesar da popularidade de Naw Simah na cultura local, alguns historiadores sugerem que ele nunca existiu, outros que foi emboscado e assassinado por convidados furiosamente envergonhados, que se sentiram nus com sua aparição na boda.


Sha Mon Hla era conhecida na cultura Birmanesa por sua lendária beleza. A inveja de rainhas rivais instigou seu exílio. Sua história ainda faz parte do popular teatro birmanês onde ela é retratada como uma triste figura romântica. Acredita-se que seu espírito agora protege as pagodes de estilo Bagan, inspiradas na arte do seu pai.

2 views0 comments

Recent Posts

See All